Distribuidores

Febrava foi uma grande vitrine nas tendências e inovações do setor

Produtos, desenvolvimentos e tecnologias com foco na sustentabilidade estiveram em forte destaque.

Estudos técnicos, indicando os rumos do setor, foram apresentados por especialistas, ao mesmo tempo em que centenas de novidades foram divulgadas pelas empresas em seus estandes e ilhas temáticas.

Realizada no final de setembro, a Febrava (Feira Internacional da Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação, Aquecimento e Tratamento de Ar) confirmou sua condição de espaço ideal para conhecer novidades e discutir os caminhos futuros do setor. Durante quatro dias, 32 mil profissionais do Brasil e de outros países estiveram ali para atualizar conhecimentos, ficar em dia com os lançamentos, obter orientações e realizar negócios.

Os temas mais importantes para a área de refrigeração estiveram em evidência: sustentabilidade, eficiência energética e alternativas de fluidos refrigerantes. A capacitação também ocupou bastante espaço no Congresso, nas Ilhas Temáticas e em estandes como o da Embraco, onde foram promovidas várias palestras (Leia + na pág. 14 sobre o que foi apresentado nessas palestras).

igor 22
IGOR TAVARES
“está em andamento uma verdadeira
revolução no uso da refrigeração em
supermercados”

De acordo com Igor Tavares, diretor da feira, foi possível observar a satisfação dos visitantes com o que foi apresentado e dos expositores com a qualificação dos profissionais. “Tivemos grandes novidades e tendências apresentadas na Feira deste ano. Vimos que o expositor se preocupou em trazer o que há de melhor e mais moderno no segmento. Esta edição da Febrava foi marcada, principalmente, pela geração de negócios, objetivo comum dos que participam da Feira. Mesmo num cenário de desafios e incertezas, pudemos observar que o setor continua caminhando a passos largos, com números positivos e muito a explorar”, avaliou.

Opinião semelhante teve o presidente da comissão organizadora da Febrava, Nelson Baptista. “A feira vem evoluindo ao longo dos anos. Da última edição para cá tivemos um grande crescimento, não só em número de visitantes, mas também na qualidade do que vem sendo apresentado pelos expositores. A programação, incluindo as Ilhas Temáticas, a Rodada de Negócios e outras atrações, revelou que é possível fazer bons negócios e se atualizar dentro da Febrava”, afirmou.

Graças ao seu reconhecimento internacional, a Febrava tornou-se o local ideal para realização de grandes negócios. “O cenário também é favorável: em 2015, a evolução do setor de refrigeração comercial será de 2,5%. Isso sem falar do potencial que o mercado oferece, já que, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 17% dos domicílios brasileiros têm ar condicionado. Isso tudo se refletiu nos números da Feira”, justificou Wadi Tadeu Neaime, presidente da Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento (Abrava).

Temas em discussão

Hoje, não há como falar de refrigeração sem destacar a sustentabilidade. Esse foi o tema principal do 14º Congresso Brasileiro de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Tratamento de Ar (Conbrava), que ocorreu ao mesmo tempo que a Febrava, contribuindo para o aprimoramento tecnológico e desenvolvimento profissional do setor. Atraindo 1.300 profissionais, a programação envolveu palestras, painéis e mesas-redondas sobre temas muito atuais e relevantes, entre os quais se destacaram as soluções e inovações tecnológicas voltadas para o aumento da eficiência energética de sistemas de refrigeração. Os fluidos refrigerantes foram tema de várias palestras, que reforçaram a tendência de busca de alternativas de baixíssimo impacto ambiental. Uma mesa-redonda muito interessante, sobre o futuro sem o R22, revelou que, nos últimos anos, foram testadas mais de 70 alternativas de fluidos refrigerantes, entre substâncias puras e misturas, sempre considerando aspectos fundamentais como:

  • O impacto que provocam à camada de ozônio (ODP);
  • O potencial de aquecimento global (GWP);
  • O limite/potencial de inflamabilidade;
  • A toxicidade;
  • O desempenho.

Os especialistas que participaram desse painel recomendaram que empresas e profissionais continuem acompanhando esse processo de substituição, pois a evolução é contínua e não há uma alternativa que atenda a todas as necessidades. Foi ressaltada também a preocupação em evitar vazamentos e fazer o recolhimento do R22 de maneira correta. Para ajudar nessas atividades, o Ministério do Meio Ambiente anunciou a criação de um site informativo, acessível a todos os interessados: www.boaspraticasrefrigeracao.com.br. Ilhas Temáticas Ao longo das últimas edições da feira, as Ilhas Temáticas se tornaram um espaço fundamental para conhecer, na prática, os caminhos da inovação e da sustentabilidade na refrigeração. Com a participação de várias empresas, esses locais mostraram aplicações reais de equipamentos e tecnologias, contando com a presença de especialistas para explicar o seu funcionamento e debater novas soluções. “São inovações que farão a diferença no dia a dia de quem trabalha no setor e soluções que têm impacto na economia e no meio ambiente, por exemplo”, comentou Igor Tavares. Para os refrigeristas, a mais impactante delas foi a Ilha Temática Cadeia do Frio, que mostrou tecnologias e soluções voltadas para a conservação de produtos perecíveis, desde a produção até o momento de sua utilização, sempre com foco na minimização de perdas e na utilização da energia de forma eficiente. Com vídeos e a exposição de diversos equipamentos e componentes, foi possível entender os processos e conhecer as novidades relacionadas à manutenção da temperatura ideal para alimentos, bebidas, medicamentos, produtos químicos e até flores. Outro importante destaque foi a Ilha do Meio Ambiente Abrava, onde o foco principal estava na eficiência energética, sendo apresentadas diversas inovações e técnicas com esse objetivo. Plug-n'-Cool-OK

Plug n’ cool (no alto) e compressores dalinha neU foram algumas das novidades
Plug n’ cool e compressores da
linha neU foram algumas das novidades
    Novidades da Embraco Com sua posição de liderança tecnológica no setor, a Embraco foi um dos principais destaques da Febrava, apresentando produtos com tecnologias inovadoras, alto índice de eficiência energética, baixíssimo nível de ruído e com fluidos refrigerantes naturais como o R290 (propano) e o R600a (isobutano). Em seu estande, oito ilhas mostraram as mais avançadas tecnologias direcionadas a expositores verticais para bebidas, chopeiras, freezers horizontais e outras aplicações. Entre elas, destacou-se uma instalação que mostrava, de maneira interativa, a economia obtida com a utilização de um compressor de velocidade variável (VEGT8U) em comparação com um modelo convencional (on/off). Além das vantagens ligadas à eficiência energética, esse compressor – que opera com propano – também atende à necessidade de usar fluidos refrigerantes mais sustentáveis (Leia + nas páginas 12-13). Uma das estrelas do estande foi o Plug n´ Cool, uma solução completa voltada para a refrigeração comercial, que gera uma grande economia de energia, além de ser de fácil instalação. O produto, que pode ser utilizado em gabinetes resfriados tipo autosserviço, usa R290 e possui baixo nível de ruído e vibração.
Comparativo-Fullmotion OK
instalação mostrou ao vivo a economia
proporcionada com a utilização de um
compressor embraco fullmotion
Outra novidade foi a linha completa NEU, de compressores on-off, robustos e até 20% mais eficientes que modelos similares com a mesma capacidade de refrigeração. Os produtos, que são uma evolução da plataforma NEK, possuem a mesma configuração externa dos modelos anteriores, o que facilita a instalação e a reposição em campo. O avançado compressor Wisemotion foi mais uma atração que despertou forte interesse nos visitantes. Lançado em 2014, esse modelo continua a surpreender por sua inédita tecnologia, que permite que opere sem óleo. Durante a Febrava, a Embraco apresentou também a sua parceria com a empresa italiana Officine Mario Dorin, a partir da qual passará a oferecer compressores semi-herméticos no mercado brasileiro (Leia + sobre esse tema na pág. 16). Outra inovação mostrada ao público foi o Nat.Genius, serviço de reciclagem de refrigeradores e outros eletrodomésticos da linha branca. Criado pela Embraco, esse novo negócio aproveita a competência que a empresa possui para proporcionar um melhor aproveitamento dos materiais que hoje são descartados (Leia + sobre isso na matéria de capa do Clube no 118, de junho/2014). “Participar da Febrava foi uma ótima oportunidade de mostrar ao mercado o resultado do nosso investimento contínuo em pesquisa e inovação, que proporcionam soluções inteligentes e oferecem uma melhor qualidade de vida aos clientes, além de auxiliar o consumidor final a economizar, diante da crise energética que o país enfrenta atualmente”, comenta Michel Moreira, líder de Produto em Refrigeração Comercial da Embraco.  

Este site utiliza cookies. Ao utilizar este site você está de acordo com os Termos de Uso e Política de Privacidade. Find out more