Distribuidores

Entenda as principais unidades de medida, saiba quando usá-las e como fazer suas conversões

UNIDADES DE MEDIDA Entenda as principais e saiba quando usá-las e como fazer suas conversões.

As unidades de medida são formas de quantificar uma grandeza física, como a temperatura, a pressão, o volume, a massa, o comprimento e diversas outras. Quem trabalha com refrigeração está constantemente lidando com elas. Por isso, é importante conhecê-las, entendendo o que indicam e como utilizá-las. Outro motivo para saber mais sobre elas é que às vezes é necessário converter os dados que estão indicados em uma determinada unidade de medida para outra: por exemplo, de Btu/h para kcal/h.

Potência

Vamos aproveitar o exemplo acima e começar pela potência. As unidades de medida mais comuns para exprimir a potência (a energia produzida ou consumida por unidade de tempo) são:

• Btu/h;

• kcal/h;

• W.

A sigla Btu vem de British thermal unit (unidade térmica britânica), simbolizando a quantidade de energia necessária para se elevar em um grau Fahrenheit a temperatura de uma libra (0,45 kg) de água, sob pressão constante de 1 atmosfera.

Já kcal/h expressa quilocalorias por hora. Uma quilocaloria equivale a 1.000 calorias. Uma caloria é definida como sendo o calor trocado quando a massa de um grama de água passa de 14,5°C para 15,5°C.

Por sua vez, o Watt (W) é a unidade de potência mais usada, sendo adotada no Sistema Internacional de Unidades.

Tabela de conversão Potência

 

 

 

 

 

 

Eficiência

As unidades utilizadas para medir a eficiência de um sistema de refrigeração são:

• W/W (Watt por Watt);

• Btu/Wh (Btu por Watt hora);

• kcal/Wh (quilocaloria por Watt hora). 

O que é importante saber:

• 1 W/W equivale a 3,412 Btu/h e a 0,859 kcal/h;

• 1 Btu/h equivale a 0,293 W/W e a 0,252kcal/Wh;

• 1 kcal/Wh equivale a 1,162 W/W e a 3,965 Btu/h. 

Pressão

Quando falamos aqui de pressão, estamos nos referindo à pressão absoluta, que mede a diferença do vácuo ideal ou absoluto e, por isso, não é alterada pelo clima ou altitude. A pressão absoluta é diferente da pressão manométrica ou relativa, que é a diferença entre a pressão ambiente (atmosférica) e a pressão medida. A pressão manométrica sofre alterações quando submetida às influências de clima (que podem representar uma diferença de +/- 30 mbar) e altitude do nível do mar (até 200 mbar de diferença).

Há diversas unidades de medida para pressão, como bar (e seus derivados como o mbar mencionado acima), atmosfera (atm), atmosfera técnica (at), Pascal (Pa), torricelli (Torr), milímetro de mercúrio (mmHg), polegada de mercúrio (inHg), polegada de água (inH2O), libra por polegada quadrada (psi) e libra por metro quadrado (psf).

Temperatura

Para temperatura, usam-se principalmente as escalas Celsius (°C), Fahrenheit (°F) e kelvin (K). 

Para converter graus Celsius em graus Fahrenheit, use a fórmula abaixo, onde C significa a temperatura em graus Celsius e F é a temperatura em graus Fahrenheit:

C x 1,8 + 32 = F

Por exemplo, se a temperatura em graus Celsius é 20o, o cálculo da temperatura em Fahrenheit será feito multiplicando-se 20 por 1,8, o que dá 36. Somando 32, obtém-se 68, que é a temperatura em oF equivalente a 20oC.

Para converter graus Fahrenheit em graus Celsius, subtraia 32 e divida por 1,8, de acordo com a fórmula abaixo:

(F − 32) ÷ 1, 8 = C

Para converter graus Celsius em kelvin, basta somar 273,5. Se a temperatura é de 20o C, o equivalente em kelvin será de 293,5.

Não é possível converter uma temperatura Fahrenheit diretamente para kelvin. Para fazer essa conversão, primeiro é preciso converter a temperatura em graus Fahrenheit para Celsius.

É muito fácil converter kelvin para Celsius, com o cálculo abaixo: 

ºC = K – 273

Para converter Kelvin para Fahrenheit, a fórmula é: 

1,8 x (K – 273) + 32 = F

A tabela abaixo mostra os valores nas diferentes escalas para três situações.

 Diferentes escalas

 

 

 

 Outras unidades

Em tudo que é possível medir, há unidades criadas especificamente para facilitar a comparação e que, com a familiaridade, são importantes referências para todos nós.  É o caso de diversas outras grandezas físicas, usadas pelos profissionais da refrigeração, tanto no seu trabalho quanto no seu dia a dia:

• Tensão, medida em volts (V);

• Intensidade de corrente, tendo como unidade de medida o Ampère;

• Resistência, medida em Ohms;

• Capacitância, cuja unidade de medida é o faraday (F);

• Comprimento, com unidades de medida como metro (m), centímetro (cm), milímetro (mm), polegada (in); 

• Área, com unidades de medida como quilômetro quadrado (km2), metro quadrado (m2), centímetro quadrado (cm2), hectare e outros; 

• Massa (peso), com unidades de medida como tonelada (t), quilograma (kg) e grama (g); 

• Volume, com unidades de medida como metro cúbico (m3) ou litro.

Diversas outras grandezas físicas e suas respectivas unidades de medida poderiam ser citadas aqui, mas nosso objetivo não é fazer uma lista completa, e sim exemplificar com as mais conhecidas.

É importante destacar também que as unidades de medida principais (por exemplo, caloria ou bar), têm derivados. Esses nomes derivados são identificados por prefixos, que indicam quanto a mais ou a menos representam que a unidade de medida principal. O quadro abaixo ajuda a entender isso, ao mostrar o que significam prefixos como micro, mili, kilo, mega e outros, que são amplamente utilizados.

Principais prefixos utilizados nas unidades de medida

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para finalizar, lembramos uma informação muito útil para facilitar as conversões de unidades de medidas: o aplicativo Toolbox, desenvolvido pela Embraco e disponível para download gratuito em celulares que operam nos sistemas Android e iOS, conta com uma ferramenta que faz esse cálculo de maneira rápida e simples para você. 

Se você ainda não baixou, faça isso agora!

This site uses cookies. By continuing to use this site you agree to our use of cookies. Find out more