Distribuidores

Entenda as principais unidades de medida, saiba quando usá-las e como fazer suas conversões

UNIDADES DE MEDIDA Entenda as principais e saiba quando usá-las e como fazer suas conversões.

As unidades de medida são formas de quantificar uma grandeza física, como a temperatura, a pressão, o volume, a massa, o comprimento e diversas outras. Quem trabalha com refrigeração está constantemente lidando com elas. Por isso, é importante conhecê-las, entendendo o que indicam e como utilizá-las. Outro motivo para saber mais sobre elas é que às vezes é necessário converter os dados que estão indicados em uma determinada unidade de medida para outra: por exemplo, de Btu/h para kcal/h.

Potência

Vamos aproveitar o exemplo acima e começar pela potência. As unidades de medida mais comuns para exprimir a potência (a energia produzida ou consumida por unidade de tempo) são:

• Btu/h;

• kcal/h;

• W.

A sigla Btu vem de British thermal unit (unidade térmica britânica), simbolizando a quantidade de energia necessária para se elevar em um grau Fahrenheit a temperatura de uma libra (0,45 kg) de água, sob pressão constante de 1 atmosfera.

Já kcal/h expressa quilocalorias por hora. Uma quilocaloria equivale a 1.000 calorias. Uma caloria é definida como sendo o calor trocado quando a massa de um grama de água passa de 14,5°C para 15,5°C.

Por sua vez, o Watt (W) é a unidade de potência mais usada, sendo adotada no Sistema Internacional de Unidades.

Tabela de conversão Potência

 

 

 

 

 

 

Eficiência

As unidades utilizadas para medir a eficiência de um sistema de refrigeração são:

• W/W (Watt por Watt);

• Btu/Wh (Btu por Watt hora);

• kcal/Wh (quilocaloria por Watt hora). 

O que é importante saber:

• 1 W/W equivale a 3,412 Btu/h e a 0,859 kcal/h;

• 1 Btu/h equivale a 0,293 W/W e a 0,252kcal/Wh;

• 1 kcal/Wh equivale a 1,162 W/W e a 3,965 Btu/h. 

Pressão

Quando falamos aqui de pressão, estamos nos referindo à pressão absoluta, que mede a diferença do vácuo ideal ou absoluto e, por isso, não é alterada pelo clima ou altitude. A pressão absoluta é diferente da pressão manométrica ou relativa, que é a diferença entre a pressão ambiente (atmosférica) e a pressão medida. A pressão manométrica sofre alterações quando submetida às influências de clima (que podem representar uma diferença de +/- 30 mbar) e altitude do nível do mar (até 200 mbar de diferença).

Há diversas unidades de medida para pressão, como bar (e seus derivados como o mbar mencionado acima), atmosfera (atm), atmosfera técnica (at), Pascal (Pa), torricelli (Torr), milímetro de mercúrio (mmHg), polegada de mercúrio (inHg), polegada de água (inH2O), libra por polegada quadrada (psi) e libra por metro quadrado (psf).

Temperatura

Para temperatura, usam-se principalmente as escalas Celsius (°C), Fahrenheit (°F) e kelvin (K). 

Para converter graus Celsius em graus Fahrenheit, use a fórmula abaixo, onde C significa a temperatura em graus Celsius e F é a temperatura em graus Fahrenheit:

C x 1,8 + 32 = F

Por exemplo, se a temperatura em graus Celsius é 20o, o cálculo da temperatura em Fahrenheit será feito multiplicando-se 20 por 1,8, o que dá 36. Somando 32, obtém-se 68, que é a temperatura em oF equivalente a 20oC.

Para converter graus Fahrenheit em graus Celsius, subtraia 32 e divida por 1,8, de acordo com a fórmula abaixo:

(F − 32) ÷ 1, 8 = C

Para converter graus Celsius em kelvin, basta somar 273,5. Se a temperatura é de 20o C, o equivalente em kelvin será de 293,5.

Não é possível converter uma temperatura Fahrenheit diretamente para kelvin. Para fazer essa conversão, primeiro é preciso converter a temperatura em graus Fahrenheit para Celsius.

É muito fácil converter kelvin para Celsius, com o cálculo abaixo: 

ºC = K – 273

Para converter Kelvin para Fahrenheit, a fórmula é: 

1,8 x (K – 273) + 32 = F

A tabela abaixo mostra os valores nas diferentes escalas para três situações.

 Diferentes escalas

 

 

 

 Outras unidades

Em tudo que é possível medir, há unidades criadas especificamente para facilitar a comparação e que, com a familiaridade, são importantes referências para todos nós.  É o caso de diversas outras grandezas físicas, usadas pelos profissionais da refrigeração, tanto no seu trabalho quanto no seu dia a dia:

• Tensão, medida em volts (V);

• Intensidade de corrente, tendo como unidade de medida o Ampère;

• Resistência, medida em Ohms;

• Capacitância, cuja unidade de medida é o faraday (F);

• Comprimento, com unidades de medida como metro (m), centímetro (cm), milímetro (mm), polegada (in); 

• Área, com unidades de medida como quilômetro quadrado (km2), metro quadrado (m2), centímetro quadrado (cm2), hectare e outros; 

• Massa (peso), com unidades de medida como tonelada (t), quilograma (kg) e grama (g); 

• Volume, com unidades de medida como metro cúbico (m3) ou litro.

Diversas outras grandezas físicas e suas respectivas unidades de medida poderiam ser citadas aqui, mas nosso objetivo não é fazer uma lista completa, e sim exemplificar com as mais conhecidas.

É importante destacar também que as unidades de medida principais (por exemplo, caloria ou bar), têm derivados. Esses nomes derivados são identificados por prefixos, que indicam quanto a mais ou a menos representam que a unidade de medida principal. O quadro abaixo ajuda a entender isso, ao mostrar o que significam prefixos como micro, mili, kilo, mega e outros, que são amplamente utilizados.

Principais prefixos utilizados nas unidades de medida

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para finalizar, lembramos uma informação muito útil para facilitar as conversões de unidades de medidas: o aplicativo Toolbox, desenvolvido pela Embraco e disponível para download gratuito em celulares que operam nos sistemas Android e iOS, conta com uma ferramenta que faz esse cálculo de maneira rápida e simples para você. 

Se você ainda não baixou, faça isso agora!

Este site utiliza cookies. Ao utilizar este site você está de acordo com os Termos de Uso e Política de Privacidade. Find out more