Informações Técnicas

Conheça histórias de 3 refrigeristas e as práticas sustentáveis que adotam

histórias de 3 refrigeristas e as práticas sustentáveis que adotam

Você já leu aqui no Clube da Refrigeração que a sustentabilidade ocupa papel relevante na estratégia das empresas e profissionais.

Neste post, vamos contar 3 histórias reais que mostram quais práticas sustentáveis os profissionais de refrigeração adotam no dia a dia visando economia e também a preservação do meio ambiente.

Qual a definição de desenvolvimento sustentável?

Antes de contar os dois casos, é importante lembrar o que é desenvolvimento sustentável.

Um dos conceitos de Desenvolvimento Sustentável mais utilizado é o que está no Relatório de Brundtland, elaborado pela Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, em 1983, pela Assembleia das Nações Unidas:

“O desenvolvimento que procura satisfazer as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem as suas próprias necessidades. Significa possibilitar que as pessoas, agora e no futuro, atinjam um nível satisfatório de desenvolvimento social, econômico e ambiental, fazendo uso razoável dos recursos da terra, preservando as espécies e os habitats naturais.”

É neste momento que entram em cena empresas e profissionais, que precisam se esforçar para adotar práticas sustentáveis.

Buscar conhecimento

É o caso do refrigerista Rafael Joaquim da Silva, 48 anos, de São Paulo. Há 13 anos trabalhando no segmento, Silva diz que todas as ações sustentáveis que ele pratica vêm do que aprendeu em cursos e aulas. Segundo ele, buscar crescimento pessoal e profissional abre a mente para o cuidado em relação ao local onde se vive.

“Ao participar desses cursos, consigo orientar os meus clientes sobre as melhores práticas, como agir para consumir menos energia”, exemplifica o profissional de refrigeração.

Rafael da Silva também conta que mantém toda a documentação ambiental da sua empresa em dia. “Pode parecer simples, mas o fato de eu estar em dia com esses documentos me abre grandes oportunidades de negócios com empresas grandes, que exigem essas obrigações na hora de fechar um contrato”, comenta.

Cobrar para que os outros ajudem

O refrigerista Vicente Oliveira Brito, 42, do Paraná, diz que, além de adotar diversas práticas sustentáveis diariamente – principalmente no uso de equipamentos e produtos de melhor eficiência energética -, ele orienta que clientes e fornecedores também consumam menos recursos.

“Eu vivo pedindo para todos que economizem papel, água e energia. Isso é bom para a cidade e para o planeta. Também gosto de reciclar tudo, tanto em casa como na empresa, além de sempre usar equipamentos econômicos”, afirma Brito.

Comprar em lojas com práticas socioambientais

Vicente Brito também afirma que em seus trabalhos junto aos clientes somente compra produtos e matéria-prima de empresas e lojas que mantêm práticas de ajuda ao meio ambiente.

“Eu prefiro comprar apenas nesses locais que estão preocupados com a sustentabilidade. Nem sempre é o mais barato, mas nessas horas eu não penso muito nisso, até porque a qualidade é melhor”, explica.

Parceria com cooperativa de reciclagem

Já o profissional de refrigeração Antônio Dias, 27 anos, do Rio de Janeiro, enxerga na parceria com cooperativas de reciclagem a forma mais autêntica de ajuda ao meio ambiente. Segundo ele, todo o resíduo gerado por ele e pela empresa onde trabalha é levado para entidades. 

“A gente doa todos os resíduos do dia a dia. Acredito que, desta forma, eu ajudo a diminuir o volume de sobras, evitando que elas sejam levadas para lixões e aterros. Além disso, essa prática acaba ajudando outras pessoas, que têm famílias que trabalham nessas cooperativas”, destaca o profissional.

Aqui no site do Clube você encontra valiosas dicas sobre práticas sustentáveis e eficiência energética. E você, quais práticas sustentáveis adota? Compartilhe-as nas redes sociais abaixo.

Este site utiliza cookies. Ao utilizar este site você está de acordo com os Termos de Uso e Política de Privacidade. Find out more