Informações Técnicas

Como resolver o suor interno ou externo no refrigerador?

[rel txt=”Essa matéria possui conteúdo relacionado.”] Segundo a norma internacional ISO 7371 os aparelhos de refrigeração domésticos não devem apresentar água escorrendo na sua superfície externa. Mas quando instalados em locais onde seja muito úmido e quente é possível que seja observada a sudação interna ou externa no sistema. Além de fatores ambientais, algumas alterações no funcionamento adequado do refrigerador podem estar associadas a esses problemas. Quando ocorre a sudação? O processo de sudação ocorre quando a água presente no ar encontra condição adequada para se transformar de vapor (gás) em suor (líquido), gerando a sudação (processo de condensação da água). A condição para que isso ocorra está relacionada a dois fatores principais: A concentração de água no ar (umidade relativa) e a temperatura da superfície onde há a condensação (chamada de temperatura do ponto de orvalho). Para exemplificar, imagine um copo sobre a mesa com líquido gelado. Devido a maior umidade em dias chuvosos, nota-se maior sudação do que em dias secos. Agora, imagine que naquele copo dessa vez fosse colocado líquido aquecido. Como a temperatura da parede do copo estaria acima da temperatura do ponto de orvalho, não se perceberia a sudação. Entenda o processo de sudação externa Em dias chuvosos e frios, mesmo com o sistema de refrigeração funcionando perfeitamente, é possível que surja a sudação do lado externo do refrigerador, principalmente na altura do congelador. Isso é comum de ocorrer em função da alta umidade relativa do ar, mas, também pela temperatura das laterais do refrigerador estar muito próxima à temperatura do ponto de orvalho. Neste caso, sugere-se a colocação do termostato na posição mais quente (mínima), o que ainda proporcionará uma diminuição no consumo de energia.

A abertura frequente da porta ou deixá-la muito tempo aberta
podem causar o suor interno na geladeira.
  Atenção, se for percebida a sudação externa em dias de umidade e temperatura normais, cuidado! Este é um sinal de que o refrigerador precisa de ajustes ou manutenção. A sudação externa pode ser consequência de isolamento térmico deficiente ou estragado, fazendo com que a temperatura da parede do refrigerador se torne muito baixa a ponto de gerar condensação. Outro possível motivo é a borracha de vedação estar ressecada ou precisando ser trocada, permitindo o vazamento de ar resfriado para a parede do refrigerador, gerando ali um ponto de sudação. Ou ainda poderia ter origem elétrica, como termostato defeituoso, fazendo com que o compressor trabalhe 100% do tempo, ou bulbo do termostato instalado em posição incorreta, desregulando o ciclo de refrigeração.   Causas da sudação interna O suor interno normalmente é causado pela infiltração de umidade que também pode ser em virtude do ressecamento da borracha de vedação da porta, que permitirá a entrada de ar quente para o interior da geladeira. A excessiva abertura de portas, principalmente em refrigeradores que não são frost free, também aumenta a sudação. Armazenamento de alimentos quentes, e recipientes de líquidos e comida destampados também gera aumento da umidade no interior do refrigerador, intensificando a sudação interna. Como evitar a sudação:

  • Evite colocar alimentos e líquidos em recipientes sem tampa no refrigerador.
  • Lembre-se, em dias frios, de colocar o termostato na posição mais quente (mínima) e, em dias quentes, colocar a posição do termostato no ponto mais frio (máximo), garantindo assim o melhor funcionamento do refrigerador e economia de energia.
  • Em alguns casos será preciso fazer a manutenção do sistema para troca do termostato ou da borracha da porta.

Entretanto, em dias mais úmidos e frios o processo de sudação realmente poderá ocorrer e deve ser considerado normal.

Instalando o refrigerador da maneira adequada A instalação correta do refrigerador tem papel importante para minimizar a ocorrência da sudação, seguem algumas orientações sobre como deve ser feita:

  • Instalar em locais ventilados, respeitando a distância de 15 cm da parede ao fundo e ao topo do refrigerador, e de 10 cm nas laterais (essa distância pode variar de acordo com cada fabricante, consulte o manual para maiores informações);
  • O espaço deixado na frente do refrigerador deve ser suficiente para permitir a abertura completa da porta;
  • Colocar o refrigerador em locais onde não haja incidência de raios solares no condensador e compressor, e evitar contato direto com fontes de calor, como fogões.

A escolha do local apropriado além de evitar a sudação, melhora a conservação dos alimentos e gera economia de energia.

 

Este site utiliza cookies. Ao utilizar este site você está de acordo com os Termos de Uso e Política de Privacidade. Find out more