Distribuidores

Bebedouro eletrônico: mitos e fatos

[rel]

Modelos que utilizam compressor são mais eficientes e resistentes.

Por Fendando Borba, Especialista Técnico em Refrigeração.

Existem no mercado diversos modelos de bebedouros, que são qualificados como “eletrônicos”. O uso desse termo dá a impressão de que se trata de um equipamento moderno e com características vantajosas para os usuários. Mas o que acontece é justamente o contrário. Os chamados “bebedouros eletrônicos” usam pastilhas termoelétricas do tipo Peltier em lugar do compressor. Essas pastilhas são capazes de refrigerar, mas são adequadas para equipamentos nos quais a necessidade de refrigeração é muito pequena, como os microprocessadores. Em bebedouros, o uso dessas pastilhas é uma solução que não possibilita o mesmo desempenho que um equipamento tradicional, como o compressor. O primeiro aspecto a ser considerado é que bebedouros com compressor consomem muito menos energia elétrica. Uma avaliação rigorosa feita pelo instituto Proteste em setembro de 2010, com seis modelos de bebedouros eletrônicos, mostrou que todos tinham nível de consumo elétrico altíssimo, além de terem desempenho fraco na função de gelar a água. O fato é que o processo de refrigeração baseado na compressão de vapor proporciona uma performance muito superior para essa aplicação. Ou seja, com o compressor, o bebedouro deixa a água mais gelada e a resfria mais rapidamente. A robustez e a resistência do compressor às oscilações de tensão da rede são outros fatores que devem ser considerados na comparação. Para completar, os compressores apresentam mais uma vantagem importante no que diz respeito ao projeto do bebedouro: com eles, não é preciso incluir componentes como microventilador, fonte, transformador e placa eletrônica, que são parte obrigatória de qualquer sistema à base do processo Peltier. Até no aspecto da saúde, os modelos com compressor levam vantagem, pois não existe a possibilidade que contaminem a água. O mesmo não pode ser dito das pastilhas termoelétricas, que, em alguns casos, ficam dentro do reservatório de água, para ganho de espaço. [exclusivo]  

Este site utiliza cookies. Ao utilizar este site você está de acordo com os Termos de Uso e Política de Privacidade. Find out more